Browse By

NOTA OFICIAL 

Nesta terça-feira (23/06) o Sindicato dos Servidores da Carreira Socioeducativa do Distrito Federal (SINDSSE-DF) tomou conhecimento de reportagem vinculada na qual um denunciante afirma que os protocolos de teste para Covid-19, bem como a implementação do Serviço Voluntário contribuem diretamente para aglomerações, dando a entender que contribuem para a proliferação dessa grave doença dentro do Sistema Socioeducativo.

 

Desta feita, o sindicato vem a público esclarecer que:

 

1) Quanto à Covid-19:

 

– Os protocolos estabelecidos pela Secretaria de Estado de Justiça do Distrito Federal (SEJUS) foram produzidos atendendo às orientações do GDF, bem como sugestões deste sindicato e dos servidores para melhor prevenção contra a disseminação do coronavirus no sistema socioeducativo;

 

– Conforme cartilha de recomendações ao Sistema Socioeducativo veiculada em meados de março em todas as unidades orgânicas, se o servidor suspeitar que possa estar infectado ou com sintomas (febre, sintomas de resfriado, ou sintomas gripais) deverá procurar um hospital de referência e caso demande concessão de licença para tratamento de saúde não deve comparecer a Perícia Médica, bastando somente enviar atestado ou laudo médico via sistema SEI;

 

– Os servidores que por ventura testem POSITIVO são imediatamente afastados de suas funções;

 

– As equipes que atuam juntamente com o servidor que testou positivo estão sendo testadas;

 

– Tendo em vista o cenário de Pandemia, todos os protocolos de distanciamento, uso de máscaras e álcool em gel estão sendo rigorosamente executados durante qualquer atividade ou atendimento;

 

– Diariamente é disponibilizado um Boletim de todos os casos de Covid no Sistema para avaliação das ações de combate;

 

– O SINDSSE entrou em contato com o servidor que testou positivo. Ele havia realizado o teste como orientado pela Secretaria de Justiça como forma de prevenção, mesmo sem apresentar nenhum sintoma. Durante o plantão ele recebeu o teste positivo e comunicou a coordenação de plantão que então o liberou do trabalho.

 

2) Quanto ao Serviço Voluntário:

– O Serviço voluntário foi implementado no Sistema Socioeducativo para garantia de efetivo mínimo de agentes necessário para realização de atividades profissionalizantes e pedagógicas;

 

– Tem garantido o mínimo de segurança institucional, visto que os internos estão com as visitas familiares suspensas desde a decretação da pandemia, ocasião que naturalmente provoca uma maior tensão com riscos de motins e rebeliões, o que não vem ocorrendo;

 

– Tem viabilizado a reposição da força de trabalho devido aos afastamentos para tratamento de saúde por suspeita ou confirmação de covid-19;

 

– Tem possibilitado a realização de todas as ligações e vídeo chamadas dos internos com seus familiares e advogados.

 

 

Solicitações requeridas à Secretária de Justiça pelo SINDSSE:

 

– Posto de testagem próprio para os servidores do Sistema Socioeducativo;

 

– Compra emergencial de EPI;

 

– O sindicato requereu ainda, que os servidores da carreira socioeducativa que tenham tido contato com ambientes e pessoas diagnosticadas possam ser hospedados na rede hoteleira por meio do convênio já firmado com o Governo do Distrito Federal (GDF) para assim prevenir também seus familiares que estão em isolamento.

 

 

Destacamos nosso compromisso com a saúde dos servidores da Carreira Socioeducativa do Distrito Federal e nos colocamos à disposição.

 

Brasília, 23 de junho de 2020.

 

Sindicato dos Servidores da Carreira Socioeducativa –SINDSSE/DF

União é força!

One thought on “NOTA OFICIAL ”

  1. Daniel says:

    São INACREDITÁVEIS, para não dizer outras coisas absurdas, os esforços que alguns setores da carreira – notadamente Especialistas Socioeducativos – têm envidado para que os Agentes Socioeducativos não tenham direito ao Serviço Voluntário Gratificado. Em vez de tentarem a instituição do Voluntário para eles, estão tentando, como fizeram durante toda a história do Sistema, extirpar algo que beneficie os Agentes. Não é assim apenas com o voluntário, mas o foi com algemas, tonfas, escudos, spray, escala de trabalho etc. Não basta não conseguirem para si: têm de tentar derrubar o dos colegas.
    O acréscimo pontual de efetivo, proporcionado pelo Serviço Voluntário, a bem de toda a verdade, é que tem mantido a coesão e a incolumidade das Unidades de Internação. Só o fato de os jovens estarem há mais de três meses sem visitas já seria, per si, suficiente para que se instaurasse um cenário caótico no Sistema.
    Eu fico embasbacado com o nível de inveja e energia negativa que emana de pessoas invejosas e sem um mínimo de leitura de cenário e raciocínio lógico.
    É uma pena que a Secretaria não se posicione de maneira contundente quanto a isso. Parabéns ao SINDSSE pela nota.
    A luta agora é EQUIPARAÇÃO SALARIAL com Especialistas. Espero, de coração que o Sindicato defenda isso perante as instâncias governamentais. Não há UM MOTIVO para que Especialistas continuem a ganhar mais do que os Agentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.